terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Ando muito pessimista e esta não sou eu

Geralmente sou uma pessoa que vê o lado bom em tudo, desde situações a pessoas.
Ultimamente parece que ando numa maré de azar a todos os níveis. E, apesar de não me considerar uma pessoa de choro fácil, cuidado comigo porque este mês anda muito perigoso. Ao ponto de ouvir uma palavra e desatar a chorar desalmadamente sem conseguir sequer falar ou saber sequer porque motivo estou em tal pranto.
Apesar de as coisas no nível amoroso estarem super bem há muitas preocupações:
 - A casa da minha avó que seria para nós morarmos em Janeiro de 2017, afinal pode vir a não ser nossa. Isto porque desde o início do ano a minha mãe diz que sim mas agora, que tem mesmo de agir e mandar a notificação de que não quer renovar o contrato, mudou de ideias.
- O T0 que queriamos ver e que, pessoalmente me apaixonei, não está disponível. Aliás a empresa disse que só teria apartamentos disponíveis a partir de dia 14 e na maré de sorte em que ando ou não vou gostar ou vão ser muito acima do nosso orçamento.
A nível do trabalho está tudo a correr bem mas tenho a noção de que me está a roubar muito tempo e com isto a universidade está prestes a ir por água abaixo. São trabalhos para fazer em que ninguém se importa, são mil coisas para estudar e eu não percebo nada. Tenho mesmo de arranjar tempo para isso.
A nível familiar parecia estar tudo bem, mas a minha gata desapareceu. Ok, podem não ver o dilema mas eu vejo. Ela é parte da família! É como se me tivesse desaparecido um irmão. Mas pior que isso é que se formos a policia dizer que o irmão desapareceu desde sábado, eles procuram-no. Se formos por causa de uma gata ainda são capazes de nos dar um raspanete sobre a importância de apenas ocuparem os polícias com verdadeiras emergências. E sim, eu sei distinguir um animal de um humano. Mas amor é amor e eu posso dizer com todas as letras que amo tanto as minhas cadelas e gatas como se fossem minhas irmãs ou filhas.


Nikas, por favor volta ♥

Sem comentários:

Publicar um comentário